Quem tem coração, cuida da hipertensão

A hipertensão (pressão alta) é uma doença silenciosa e, por isso, é muito importante que você meça a sua pressão arterial regularmente. A pressão alta está entre as principais culpadas por infarto, acidente vascular cerebral, entre outros males.

 
 

 
 

Para fazer a medição são utilizados aparelhos como o tensiômetro ou esfigmomanômetro. Para algumas pessoas, ter uma pressão abaixo de 12/8, como, por exemplo, 10/6, é normal. Já valores iguais ou superiores a 14 (máxima) e/ou 9 (mínima) são considerados como hipertensão para todo mundo.

 
 

Sintomas

Se você sentir tontura, falta de ar, palpitações, dor de cabeça frequente e alterações na visão, fique atento: esses podem ser alguns dos sinais de alerta para problemas relacionados à hipertensão. Por isso é importante a medida regular da pressão arterial, e em todos os casos de alteração na pressão, procure um médico.
 

Prevenção

Consuma menos sal: evite alimentos prontos e fique atento à quantidade de sódio dos produtos.
Mantenha uma alimentação saudável rica em frutas, legumes e peixe.

 

Faça atividade física regularmente: 30 minutos por dia contribuem para sua saúde.
Controle seu peso, não fume e evite o stress.

 

Acompanhe seu colesterol e, se for o caso, sua diabetes: eles também colocam em risco seu coração.

 

Tratamento e cuidados após o diagnóstico

Apesar de a hipertensão, na maioria dos casos, não ter cura, apresenta a possibilidade de ser controlada com o uso de medicamentos e da adoção de hábitos mais saudáveis. Nem todos os tratamentos utilizam a ingestão de medicamentos, mas em todos eles é imprescindível a adoção de um estilo de vida mais saudável, que seja pautada pela melhoria de hábitos alimentares, redução do consumo de sal, prática de atividade física regular, não fumar, consumo de álcool com moderação, entre outros.