Fumar pode atrapalhar a sua performance na cama

05/01/2019 às 13:31

Fumar pode atrapalhar a sua performance na cama

Fumar pode atrapalhar a sua performance na cama

 

Inúmeras pesquisas realizadas apontam para a mesma conclusão: entre todos os malefícios que o cigarro traz, está o prejuízo ao desempenho sexual. E não só no desempenho, mas também na qualidade do ato sexual e na capacidade de concepção, ou seja, na fertilidade.

Tanto para homens quanto para mulheres, o cigarro é um vilão. A medicina já provou que o cigarro tem componentes vasoconstritores, que causa obstruções na microcirculação (as substâncias entopem as artérias e vasos sanguíneos), diminuindo assim o fluxo sanguíneo do corpo, o que acaba por afetar os órgãos genitais. Isso prejudica diretamente a ereção, que depende de fluxo de sangue para acontecer, e a lubrificação vaginal, que também depende de vascularização adequada para ocorrer.

Falando especificamente sobre os homens, constatou-se que o tabagismo também é responsável por diminuir o desejo sexual, além de diminuir o número, a mobilidade e a morfologia dos espermatozoides. A infertilidade masculina pode ser constatada quando não ocorre uma gravidez após um ano de relações sexuais sem uso de métodos contraceptivos (tentativas com uma mulher fértil e saudável). Já a impotência sexual masculina é uma disfunção que impossibilita a ereção, ou seja, torna-se impossível iniciar ou manter uma relação sexual em pelo menos 50% das tentativas.

Felizmente, o consumo de cigarros está em decadência, e aquele “charme” que era atribuído ao ato de fumar mudou de figura e agora está cada vez mais fora de moda ser um fumante. Porém, muita gente ainda sofre com o vício ou com as consequências negativas deixadas por ele.

Se você quer saber mais sobre o assunto visite o site do Dr. Edson Lago. Psicólogo e Sexólogo clínico desde 1993, o Dr.Edson é especialista em sexologia, Mestre em educação e Professor na Faculdade IPEMED de Ciências Médicas: