Curso Angioedema Hereditário

20/03/2019 às 21:59

Curso Angioedema Hereditário

 

Especialistas apresentam técnicas de diagnóstico e tratamento de doença rara

 

No dia 06 de abril, na sede de São Paulo, A Faculdade IPEMED de Ciências Médicas realiza o curso Angioedema Hereditário. O evento vai apresentar os métodos diagnósticos e os tratamentos mais modernos utilizados para essa doença.

O tema é bem importante, tendo em vista a dificuldade de se diagnosticar esse problema, ainda pouco conhecido, mas que afeta uma em cada 50 mil pessoas no mundo. Portanto, é uma oportunidade de médicos adquirirem mais conhecimento em uma área ainda pouco explorada na medicina.

 

Sobre o Angioedema Hereditário

 

Trata-se de um edema submucoso ou subcutâneo, não pruriginoso, que pode atingir diversas partes do corpo, como os braços, as pernas, mãos, pés, abdome e genitália. No entanto, é mais comum no rosto, sendo característico o inchaço da boca e em torno dos olhos.

Mais raramente, o angioedema pode afetar o aparelho digestivo, causando fortes dores abdominais. As crises costumam durar de 2 a 5 dias, podendo se estender até duas semanas.

A doença é autossômica dominante, provocada por uma mutação do inibidor de C1 esterase. Pode afetar uma em 50 mil pessoas, surgindo, principalmente, ainda nos primeiros anos de vida.

O diagnóstico pode ser difícil, uma vez que é comum confundir o angioedema hereditário com problemas como alergias, reações adversas a medicamentos, entre outros.

Inclusive, frequentemente é confundido com o angioedema adquirido, de origem autoimune. Por isso, é tão importante que a comunidade médica aprenda a diagnosticar e tratar corretamente o angioedema hereditário.

 

Curso Angioedema Hereditário

06 DE ABRIL | SÁBADO | 18H às 22H

VAGAS LIMITADAS | INSCREVA-SE JÁ!

 

Unidade São Paulo:
Rua Dr. Nogueira Martins, 706 – Saúde | São Paulo – SP